26 de julho de 2007

As Estrelas do Firmamento




A azáfama, o turbilhão, a incessante movimentação dos dias, os instantes esvoaçantes...
O vai-e-vem de momentos e segundos que passam e nem nos apercebemos que foram respirados... O coração que bate compassado e não pensamos nisso excepto quando, com a cabeça encostada na almofada, o sopro do coração é um ruído tal que nos impede de dormir!
Somos demasiado ocupados nas nossas vidas... Tão absortos na realidade laboral e social, que nos tornamos incapazes de erguer os olhos para o céu e contemplar as estrelas que se movem no firmamento!

Sem comentários:

Enviar um comentário

O Essencial...